Categorias
Notícias

Dúvidas frequentes sobre o IPVA!

Na hora de pagar o IPVA é importante que a pessoa esteja pronta para o valor que pode chegar para ela. Se houver atrasos esse valor pode ser ainda maior, por isso é tão importante que as pessoas se planejem para o seu pagamento. Na maior parte do tempo é tão importante esse planejamento, que muitas pessoas acabam lucrando em certas ocasiões, por conseguirem um bom desconto.

É claro, não é tudo que mais importa no momento do pagamento da dívida. O que acaba sendo mais importante é pagar ela em dia, evitar juros por atrasos é a melhor maneira de conseguir lucrar e não ter dores de cabeça durante o ano. O IPVA pode ser pago rapidamente, portanto, não é algo que consuma muito tempo.

O pagamento de diversos tributos acontece dessa maneira, mas em certos momentos gera dúvidas sobre eles. Como devem ser pagos, porque evitar juros, o que acontece se eu não pagar? Todas essas são perguntas muito válidas e vamos agora falar um pouco sobre elas.

O que acontece se o IPVA não for pago?

Se isso acontecer muitos problemas podem ser gerados, a dica é sempre pagar o quanto antes, mas vamos ver o que acontece caso eu não o pague!

Nesse momento é crucial que o valor seja pago de maneira organizada, porque caso não aconteça seu nome poderá chegar até um cadastro de dívidas ativas, dificultando a obtenção de certos lucros no mercado. Em outras palavras seu nome ficará “sujo”.

Sefaz IPVA

Existem também outras consequências para o não pagamento do valor, ela dependerá da frequência com que acontece, ou ainda da quantidade de tempo que será necessário para pagar. Por exemplo, caso quem for pagar deseje parcelar a dívida. Nesse caso serão gerados acréscimos no pagamento da mesma.

Onde checar se existem dívidas ativas?

Bem, para checar se existem dívidas ativas você deve entrar no site oficial do governo federal e buscar informações nos tópicos que se refiram ao IPVA. Fazendo desta forma conseguirá informações suficientes para poder tratar de suas dívidas.

É bem simples, entre no site do Detran ou fazendo contato direto a partir de um número de telefone poderá consultar seus débitos abertos.

Quem não precisa pagar IPVA?

Algumas pessoas não necessitam pagar o imposto, nesse caso elas devem se encaixar em certos critérios para que possam ser realmente isentas do processo. Vamos aqui tratar alguns.

  • O veículo pode fazer parte de alguma entidade filantrópica registrada;
  • Pode ser também algum tipo de aluguel, nesse caso, quem o está utilizando não deve pagar por esse valor;
  • Veículos com adaptação para deficientes também estão isentos;
  • Veículos de órgãos públicos;
  • Veículos de transporte público, como ônibus e afins.

Em outros casos também é possível observar que não é necessário fazer o pagamento, porque pode estar isento por alguma outra questão que não foi tratada aqui. Lembrando, é claro, que pagará pelo IPVA o valor venal do veículo, ou seja, podem existir variações durante certos períodos.

Fora os poucos casos citados aqui, o IPVA é um imposto que deve ser pago o quanto antes, de preferência no final do ano.

O pagamento do IPVA é muito importante para que quem possui algum veículo tenha total liberdade com ele. Esteja ciente disto porque é o momento mais importante do ano com relação a dívidas públicas.

Não apenas o IPVA, como também o IPTU e afins. Nesse caso é fundamental que os valores não passem despercebidos e é interessante criar uma estratégia de pagamento desde o início do ano, porque ao final te ajudará bastante para que o pagamento aconteça da maneira mais adequado possível, muitas pessoas se atrapalham com esse valor, e pode acabar gerando bastante dores de cabeça para eles.

Por fim, não há mais dicas a serem deixadas, e com a resolução das dúvidas aqui citadas, provavelmente não terá nenhum problema com o pagamento destes impostos, por esse motivo, o importante agora é aproveitar para fazer um bom planejamento, que funcione durante todos os anos em que tiver que pagar o imposto! Lembre-se de, acima de tudo, trabalhar com a sua realidade!