Categorias
Notícias

PIS: o que é?

Já ouviu falar sobre o Pis? Esse é um dos programas mais interessantes oferecidos pelo governo federal. Geralmente o número do Pis é encontrado atrás da carteira de trabalho do empregado, na parte em que se tem informações sobre ele, mas esses pequenos dígitos significam mais que simples números e você verá aqui o porquê disto.

A partir desses números é que qualquer empregado de iniciativas privadas consegue acesso a benefícios determinados em lei e acaba também colaborando com desenvolvimento de empresas do mercado. Deve estar se perguntando como é possível, não é? Na verdade, é bem simples.

Existem 2 tipos de números que podem ser encontrados atrás da sua carteira de trabalho, e ele apenas definirá uma coisa, se está trabalhando em iniciativa pública ou privada, assim, dependendo de onde estiver receberá o benefício pelo Pis ou pelo Pasep.

Diferença entre Pis e Pasep

A diferença já pode ser notada. Os números nem sempre mudam, mas se um trabalhador está na iniciativa privada receberá pelo PIS, enquanto quem está na pública receberá o benefício pelo Pasep.

Pis

O pagamento do PIS acontece pela Caixa desde de 1970, quando o sistema foi criado. O Pasep, foi criado concomitantemente, e é atribuído o pagamento ao Banco do Brasil.

A diferença não é grande no valor que será de benefício para o empregado, e ele pode ajudar no monitoramento de diversos empregos.

Vamos entender o PIS?

Bem, até agora explicamos o que é o Pis, mas você sabe como o sistema funciona? Na verdade, é bem simples, é um fundo destinado a investimentos posteriores. É um direito do trabalhador receber esse dinheiro sobre algumas exigências.

Basicamente, serão distribuídos valores para os funcionários conforme cotas proporcionais ao tempo de serviço, assim como a ao salário.

App para conferir tudo

No aplicativo da Caixa Trabalhador poderá encontrar diversas informações valiosas sobre tudo, inclusive como consultar pis pelo cpf.

Durante a pandemia de coronavírus alguns pagamentos foram antecipados, deixando para muitos mais um valor a ser recebido durante o ano de 2020. Vale lembrar que somente pessoas que possuem mais de 5 anos de carteira assinada, receberão o valor do PIS.

Também é um ponto importante, apresentar certas documentações para que seja mais prática a retirada do dinheiro, esteja ciente disso na hora de se apresentar em uma agência da Caixa.

Quanto eu recebo de PIS?

Como dito, esse valor terá como base o seu tempo de serviço e o seu salário, será uma proporção destes, portanto, é impossível falar um valor definitivo.

Existem formas de pagar o PIS que muitos não sabem, são eficientes para que não acabe perdendo dinheiro por erro de cálculo (apesar de isso quase nunca acontecer).

Estando ciente disto pode entrar em plataformas na internet que farão o cálculo para você de maneira bem rápida, deixando claro também que isto deve acontecer antes de receber o valor, porque caso faça algumas queixas depois de o ter gastado, não conseguirá um bom retorno.

De toda forma, o cálculo se assemelha a de outros benefícios como o seguro desemprego e afins, esteja ciente disso, porque caso seja demitido, pode receber esse valor também em apenas uma remessa.

O PIS é um benefício interessante que pode ser incorporado na vida dos trabalhadores em diversos momentos. É uma forma de ganhar alguma coisa no mercado, mesmo estando em uma situação não tão favorável.

Como ele possui base em seu salário e no tempo de serviço, pode variar bastante, mas apenas recebe esse valor quem já possui um histórico de 5 anos com a carteira assinada. Ademais, a atualização do mercado frente a valores pode mudar bastante nos próximos anos.


Quando se recebe um benefício deste, seja por tempo de serviço ou por ter sido demitido é algo que o empregado realmente necessita, por isso, deve acontecer da maneira mais simples possível, gerando naquela pessoa segurança para que ela tenha um pouco mais de dinheiro para executar alguma outra função, até mesmo para tirar umas férias.

Pode não ser muito dinheiro, mas é algo que fortalece bastante o envolvimento do empregado com uma empresa, podendo gerar benefícios para o setor inteiro, então é uma boa jogada do governo.